Redução De Alíquota Torna Mercado Imobiliário Comercial Da Florida Ainda Mais Atrativo Para Investidores Brasileiros

 

Luciano Medeiros, que atua como commercial real estate agent em Orlando, destaca que redução da alíquota de imposto na locação de imóveis comerciais associada à valorização do real tornará o ambiente ainda mais favorável a brasileiros que buscam internacionalizar investimentos e patrimônio

Recentemente, o estado da Florida anunciou uma redução na alíquota do imposto sobre vendas, incluindo no pacote os pagamentos de locação de imóveis comerciais. A nova regra, que reduz a taxa de 5,5% para 4,5% passa a valer a partir de 1º de dezembro deste ano. Isso significa que investidores no mercado imobiliário de prédios como escritórios comerciais, lojas de varejo, armazéns e unidades de self-storage se tornaram ainda mais atrativas a um público que tem crescido bastante, principalmente em Orlando: os brasileiros.

O interesse de investidores e empreendedores brasileiros em Orlando vem crescendo há alguns anos e formam quase que a totalidade de clientes de Luciano Medeiros, commercial real estate agent especializado em atender estrangeiros em busca de imóveis comerciais na cidade.

“Brasileiros chegam até mim em busca da dolarização do patrimônio como forma de evitar variações cambiais muito radicais. Nos últimomeses, esse movimento tem entrado ainda mais na consideração de investidores com a valorização do Real. De 2009 a 2022, 6% dos estrangeiros que adquiriram imóveis nos EUA foram brasileiros. Agora, a partir de dezembro, isso deve aumentar ainda mais”, destaca.

Medeiros se refere aos números levantados em um estudo do Miami Realtors, uma associação de corretores de imóveis dos Estados Unidos.

Nova alíquota não afeta a sobretaxa local imposta pelos condados

Importante destacar que, a novidade que entre em vigor a partir de dezembro não afeta as sobretaxas locais imposta por cada um dos condados. Por exemplo, o novo imposto combinado à sobretaxa passará a ser 5,0% no Condado de Orange, 5,5 nos Condados de Lake e Seminole e 6,0% no Condado de Osceola.

Abrindo as portas do mercado imobiliário comercial para brasileiros

Os profissionais americanos que atuam no setor do commercial real estate têm como prática a especialização e atuação em um setor específico, por exemplo, viabilizando a instalação de lojas do varejo, indústrias, escritórios ou negócios saúde. Contudo, em Orlando (na Flórida), um brasileiro está transformando esse cenário ao concentrar todas as especialidades em um único contato. E não é apenas sua atuação multissetorial que tem dado a ele destaque nesse mercado, mas também a inclusão de uma completa consultoria a estrangeiros para o atendimento às normas e legislações americanas ao empreender ou investir no mercado imobiliário corporativo dos Estados Unidos.

“Mesmo antes de entrar para o commercial real estate, quando ainda era um empresário no setor de restaurantes, acabei me tornando um ponto de referência e contato para brasileiros que desejavam trazer os seus negócios de diversas áreas de atuação para os Estados Unidos. Foi quando, vi a oportunidade e dei início a uma transição de carreira e percebi essa lacuna no mercado, principalmente no atendimento a estrangeiros, que precisavam de um apoio para atender exigências legais”, explica Medeiros.

Especialização no perfil de clientes

Dessa forma, ao invés de seguir o caminho tradicional da especialização em um setor específico, Medeiros passou a assumir o atendimento de outros brasileiros de diversos mercados que confiavam nele e arriscou atuar de forma diferente que os americanos. E sua ousadia tem dado certo, com seu apoio redes de franquias no setor de varejo, restaurantes e educação tem se instalado no mercado americano, enquanto outros tem internacionalizado investimentos de capital no mercado imobiliário da Flórida.

“Além da internacionalização dos negócios para empreendedores, Orlando tem se tornado cada vez mais atraente a investidores, principalmente em terrenos destinados à indústria, aos self storages, e à área da saúde, esta última, que tem sido impulsionada por uma busca desses profissionais fora dos Estados Unidos, facilitando a imigração. Por exemplo, no momento, temos um déficit de enfermeiros e técnicos de radiologia para conseguir atender o crescimento rápido de unidades hospitalares na região”, conta.

Para uma atuação tão diversa, Medeiros conta com o apoio de uma equipe, esta sim cada um deles trazendo a especialização setorial. E, assim, seguindo o seu instinto de empreendedor que o brasileiro já ultrapassou, desde quando iniciou sua carreira em 2016, a marca de 200 milhões dólares movimentados em transações comerciais e vendas de negócios nos Estados Unidos, fechando em média quatro a cinco clientes high ticket por mês, e já tem clientes empreendedores de outros países além do Brasil, por exemplo, acaba de viabilizar a expansão por lá de uma rede de coffee shops colombiana.

Na empresa para a qual trabalha atualmente, é o único commercial realtor latino, e foi convidado a integrar a equipe exatamente para negociar com o mercado internacional.





Autores
Antônio Montano

Retirado: Press Manager


Postar um comentário

0 Comentários