Qual A Diferença Entre Despesas Fixas E Variáveis?

Para ter uma organização financeira saudável é muito importante manter o controle das despesas fixas e variáveis. Contudo você sabe diferenciar elas?

 

Ter esse conhecimento é crucial para seu planejamento financeiro então vamos descobrir nesse guia definitivo a diferença entre essas duas despesas que estão presentes em seu cotidiano.

Comparativo entre despesas variáveis e fixas

Primeiramente deve-se saber que despesa refere-se a todo gasto referente a um serviço ou produto no qual o mesmo requer um valor que pode ter alguma variação rotineira ou de menor volatilidade.

Com isso em mente é possível correlacionar que as despesas podem ter custos que mudam toda hora ou podem estar fixados mudando dificilmente.

 

Despesas fixas

Geralmente as despesas fixas estão relacionadas a serviços contratados no qual já possuem um valor estabelecido durante a contratação.

Você faz um plano de internet com uma operadora por R$ 59,00 que vale esse ano cada mês. Então todo mês você terá uma despesa de internet de um valor fixo de R$ 59,00.

Temos como por exemplo:

  • Plano de internet;
  • Serviço de telefone;
  • Pagamento de aluguel ou hipoteca/
  • Seguro;
  • IPTU;
  • Empréstimos e financiamentos com juros pré-fixados;
  • Mensalidades e assinaturas;
  • Parcelas.

Você deve estar se perguntando se as contas de luz, água e gás entrariam em despesas fixas contudo devido as alterações de valores pelo o consumo e taxas essas contas acabam se enquadrando em despesas variáveis.

Salientamos que esses exemplos mencionados anteriormente sobre as despesas fixas tendem a alterar os valores entretanto essas mudanças somente ocorrem anualmente devido a correções inflacionarias.

Despesas variáveis

Quando se trata de gastos em que mudam toda hora então é onde entram as despesas variáveis. Esse tipo de despesa estão mais presentes em nosso cotidiano do que imagina.

Digamos que você leva sua família para comer no restaurante e a conta depois de uma deliciosa refeição saí por R$ 99,00. No dia seguinte vocês vão no mesmo restaurante mas pedem outros pratos. A conta chega e agora é de R$ 120,00. Notou a diferença?

Exemplos que temos sobre esse tipo de despesa são:

  • Contas de água, gás e luz;
  • Compras de mercado;
  • Entretenimento;
  • Restaurantes, bares e lanchonetes;
  • Viagens;
  • Estacionamento;
  • Compras de móveis, utensílios e materiais;
  • Roupas;
  • Despesas com saúde.

Acredito que já deva ter entendido porque a lista é quase que infinita de exemplos!

Diferente das despesas fixas, as despesas variáveis não seguem um padrão de custo e dependendo de suas escolhas bem como ações podem ter seus valores para mais ou para menos.

Vale lembrar que grande parte das despesas variáveis não são recorrentes e podem até ocorrer em momentos raros como por exemplo a compra de materiais de construção para uma reforma.

Como fazer um orçamento para esses gastos?

A melhor maneira de organizar a sua vida financeira é tabelar quais são os gastos de maior prioridade.

 

Despesas fixas devem ser de maior prioridade já que são contratos feitos anteriormente e caso não honrado o pagamento poderá acarretar penalidades como juros ou apreensão do bem. Um empréstimo atrasado levara a acumulo de juros e multa.

Claro que não é somente as despesas fixas que entram na equação. Contas de água, gás e luz além de compras de mercado também entram como prioridade.

Dessa forma é por isso que fazer um mapeamento de seus gastos é muito importante para saber se o que entra de dinheiro é suficiente para cobrir os seus gastos e se novos podem ser feitos.

Assim que as despesas prioritárias são resolvidas outros gastos podem ser ponderados como por exemplo para viagens, lazer e entretenimento.

Em suma também é importantíssimo ter uma reserva de emergência montada para eventuais despesas com saúde, reformas e manutenção.


Economizar nas despesas fixas e variáveis. Como fazer?

Para reduzir os gastos da mesma forma que você fará um mapeamento das despesas agora você irá fazer um mapeamento do que realmente precisa.

Despesas fixas devido a sua natureza dificilmente podem ser alterados já que existe um contrato por trás então a negociação e estudo antes de contratar o serviço é o segredo.

Digamos que você quer um seguro para seu veículo. Faça uma pesquisa antes de qual seguradora condiz com o que precisa e se o preço está dentro de seu orçamento e condições.

 

O mesmo vale para empréstimos e financiamentos no qual você pode negociar os juros. Saiba aqui como barganhar juros menores antes de pegar um financiamento.

Despesas variáveis já são mais maleáveis em contornar uma vez que os gastos estão dentro de seu controle.

O mês foi apertado e está sem dinheiro para ir naquele restaurante com a família? Opte em fazer um jantar em casa mesmo.

Outro exemplo temos ao invés de comprar no supermercado opte em ir em um atacado.

Para manter sua vida financeira em linha é muito importante saber controlar impulsos de compra e sempre se perguntar se é realmente preciso comprar mesmo.

Por fim

No final tanto os gastos fixos bem como os variáveis fazem parte de seu cotidiano. Saber controlar eles é a chave para o sucesso financeiro.

Ter o controle de suas despesas além de lhe trazer tranquilidade permite que você economize dinheiro e possa utiliza-lo no que realmente gosta e até mesmo rentabilizar ele através de investimentos pessoal e financeiro.





Autores
Emanuel Gonçalves

Retirado: Press Manager


Postar um comentário

0 Comentários