O Instituto Nacional De Câncer (INCA) Recomenda Evitar O Consumo De Qualquer Adoçante Artificial

 Um relatório internacional indica que há evidências sugerindo que o consumo de adoçantes artificiais pode estar associado ao risco de câncer

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) emitiu uma nota recomendando que se evite o consumo do aspartame, um dos adoçantes artificiais mais amplamente utilizados no mundo. Esta orientação vem após um órgão vinculado à Organização Mundial da Saúde (OMS) classificar o aspartame como "possivelmente cancerígeno", embora tenha estabelecido um limite seguro para a ingestão.

 

Em resposta a essa classificação, o Inca aconselha que se evite o consumo de qualquer tipo de adoçante artificial e que se adote uma alimentação saudável, baseada em alimentos in natura e minimamente processados, limitando o consumo de alimentos ultraprocessados.

 

O instituto destaca a importância da cautela, uma vez que há um aumento significativo na exposição da população a esses agentes, coincidindo com o aumento da obesidade e das doenças crônicas não transmissíveis.





Fonte
Conexão Política

Postar um comentário

0 Comentários