IA E A Nova Era Dos Negócios: Explorando Os Limites

 *Por João Vitor Chaves, COO do G4 Educação

A Inteligência Artificial (IA) tem se tornado uma tecnologia disruptiva que está transformando diversos setores da economia, incluindo os negócios. Com a capacidade de processar grandes volumes de dados, aprender com eles e tomar decisões de forma autônoma, a IA está impulsionando a automação de tarefas, aprimorando a tomada de decisões e criando novas oportunidades. No entanto, a tecnologia realmente traz efetividade para os negócios?

 

Segundo o estudo “Global AI Adoption Index 2022”, elaborado pela IBM, 41% das empresas brasileiras implementaram efetivamente a inteligência artificial. Destas, 39% foram motivadas por benefícios, como redução de custos e automatização de processos. Com as máquinas, é possível que as empresas criem um sistema personalizado para diversas áreas, entre elas, o atendimento ao cliente, que antes era feito 100% via mão de obra humana e hoje pode contar com um sistema integrado a inteligência artificial.

 

Ainda sobre o atendimento ao usuário, no processamento de linguagem natural, os avanços permitem que a IA compreenda e interaja com a linguagem humana de maneira mais eficaz. Isso inclui a capacidade de tradução automática, geração de texto e até mesmo o reconhecimento de emoções e sentimentos. Com algoritmos de processamento de linguagem natural cada vez mais poderosos, a tecnologia pode analisar grandes volumes de conteúdo eficientemente e extrair informações valiosas para os negócios.

 

Um estudo publicado em 2023 na revista científica JAMA Internal Medicine, comparando respostas de médicos e de um chatbot de inteligência artificial dadas a pacientes em um fórum público, revelou que as respostas dadas pelos chatbots de IA foram avaliadas como mais empáticas do que aquelas  dadas pelos profissionais da medicina .

 

Utilizar da tecnologia é usufruir de um mundo de possibilidades. Outro exemplo recente foi em uma gravação de podcast. Graças à IA, foi possível recriar dublagens em diversas línguas estrangeiras com a mesma entonação de voz do entrevistado. Isso é um avanço imenso, que poderá ser utilizado nas empresas, principalmente multinacionais, criando conversação e até palestras interligadas em diversos outros países, com ainda mais humanização no processo.

 

A combinação da IA com a automação de processos é benéfica para as organizações, aumentando a eficiência operacional, reduzindo erros e liberando recursos humanos para atividades mais estratégicas. Um estudo da Universidade de Stanford e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) indica que a aplicação nas empresas de sistemas de inteligência artificial generativa, como o ChatGPT, pode aumentar em até 14% a produtividade dos trabalhadores.

 

Entretanto, a IA pode ser aplicada em diferentes etapas dos processos empresariais, desde a coleta e análise de dados até a tomada de decisões. Por exemplo, algoritmos de aprendizado de máquina podem ser treinados para identificar padrões em grandes conjuntos de dados, acelerando a identificação de tendências e insights relevantes. Isso permite que as empresas tomem decisões baseadas em dados de forma mais rápida e precisa.

 

Desse modo, a verdade é que não temos escolha se não adotar a inteligência artificial como parte de nossas vidas, transformando-a em algo tão natural quanto o uso do celular para resolver problemas. A IA é uma assistente que te dá respostas tão boas quanto as perguntas que você possa fazer, e que pode te permitir fazer coisas incríveis em metade do tempo. 

Sendo assim, estar com um negócio atrelado à tecnologia é o caminho do sucesso e explorar as diferentes estratégias que essa inteligência traz ao ecossistema é se adequar à nova era que estamos vivendo, seja da IA ou seja dos novos negócios. A grande reflexão é: por que você continua resistente a essa solução?




Autores
Carolina Montuori

Retirado: Press Manager


Postar um comentário

0 Comentários